Setor de tecnologia deve subir mais até 2025

9 de março de 2022

Escrito por: Gestão Portal o Amarelinho

Enquanto dados oficiais do IBGE apontam 13,3 milhões de brasileiros desempregados, o setor de tecnologia prevê a contratação de 797 mil profissionais até 2025. No entanto, com um grande desafio: qualificá-los para ocupar essas milhares de vagas.

 

A estimativa de criação de postos de trabalho é da Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação e de Tecnologias Digitais (Brasscom).

De acordo com Helena Loyola, coordenadora da Área de Inteligência da Brasscom, o avanço das tecnologias digitais por conta do teletrabalho, comércio eletrônico e plataformas de alimentação, acelera a procura por profissionais.

 

Do total de vagas previstas, 11,9% serão destinadas para técnicos, 17,4% para o segmento administrativo e 70,7% para trabalhadores que atuam diretamente com as tecnologias transformadoras digitais.

 

Capacitação e desafios para o setor de tecnologia

 

O desafio é a capacitação de profissionais, uma vez que, na média, a previsão é que sejam geradas 159 mil oportunidades de trabalho por ano. Enquanto isso, as instituições de ensino superior formam apenas 53 mil alunos no mesmo período.

 

Uma estratégia para resolver essa equação é apostar na criação de disciplinas eletivas de tecnologia em áreas afins, como Ciências, Matemática e Engenharia, para que também esses formandos pudessem ter acesso a bons trabalhos em empresas do setor.

 

Outra questão é estimular que mais mulheres venham a apostar na área. Enquanto, de modo geral, elas representam 56,1% de estudantes matriculados no ensino superior no Brasil. Esse índice cai para 14,8%, quando se trata de cursos ligados à tecnologia.

 

O que fazer para ingressar no setor de tecnologia

 

Quem quiser entrar na área precisa se capacitar. Além da possibilidade de buscar cursos nas áreas mencionadas, há muitas empresas privadas, edutechs e organizações não governamentais que têm oferecido cursos gratuitos para quem quer investir em tecnologia.

 

Foi-se o tempo também em que profissionais do segmento atuavam de forma mais reservada. Hoje, a tecnologia está integrada com diversos departamentos e as chamadas soft skills são importantes, como diálogo, empatia e uma comunicação colaborativa.

 

Remuneração

A boa notícia é que o mercado de tecnologia oferece remunerações atraentes. Enquanto a média nacional de salários é de R$ 2.001, a do setor de serviços de Tecnologia da Informação e Comunicação é de R$ 5.028. Em serviços de alto valor agregado, que inclui o desenvolvimento de programação, consultoria e software, ela chega a ser quase três vezes maior: R$ 5.805 e R$5.699, respectivamente.

Compartilhe esta notícia nas redes sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Publicidade ba

Mais conteúdos sobre

Outros conteúdos que você pode gostar

NO AMARELINHO VOCÊ CONSEGUE CONTATO DIRETO COM O EMPREGADOR.

Últimas Notícias