5 coisas para não colocar no seu currículo

Gestão Portal o Amarelinho

, Empregos

Para atrair a atenção do recrutador na busca por um emprego, é melhor evitar certas informações no seu currículo. Inegavelmente, o objetivo mais importante do currículo é abrir caminho para uma entrevista.  Mas o que aumenta as suas chances de conseguir uma não é a quantidade de envios, e sim a qualidade das informações que você coloca nele.  

Portanto, confira abaixo as dicas que separamos para você 

O que não colocar no seu currículo

Informação muito pessoal

Não, um recrutador não precisa saber seu número de CPF, RG, CNH ou título de eleitor. Portanto, apenas seu nome, sobrenome, e-mail (lembre-se que ele deve ser sério) e telefone devem aparecer em seu currículo. A saber, endereço também deve ser deixado de fora. Somente a cidade e bairro já são suficientes. 

O mesmo vale para estado civil, dados familiares, nomes das escolas em que estudou quando era criança, religião e raça. Ademais, caso a vaga tenha como exigência a carteira de habilitação, indique apenas a categoria e não o número do documento. 

Suas expectativas de salário

Coloque a pretensão salarial apenas se o processo seletivo especificar que você deve enviar essa informação. Quando isso acontecer, reserve um tempo para pesquisar sobre a média salarial do mercado ou da empresa específica. Dessa forma, se a empresa não solicitar, deixe para falar disso durante a entrevista de emprego, quando o recrutador tocar no assunto. Para se sair bem nesse momento, confira o nosso texto “Veja como negociar salário no processo seletivo“.

Experiências que não tem a ver com a vaga 

Sim, é importante que o seu currículo diga que experiência de trabalho você teve. No entanto, nem tudo o que você fez até agora é do interesse dos recrutadores . Por exemplo, se você acabou de se formar em direito, não tem necessidade de colocar que trabalhou como salva-vidas. Procure destacar suas experiências durante o estágio. Veja o nosso texto “Três pontos para você ficar atento ao fazer o seu currículo

Links para blogs pessoais ou perfil em redes sociais

A maioria dos empregadores não está interessada em ver fotos suas em uma festa com amigos ou o que você comeu no fim de semana. Se você decidir compartilhar essas informações, certifique-se de que pareça o mais profissional possível e que isso não prejudicará suas chances de ser considerado para o trabalho.

Se estiver se candidatando a uma posição criativa, por exemplo, uma posição de web designer, você pode fornecer links para seu site profissional com seu portfólio. Para tirar as suas dúvidas, você pode ler o nosso texto “Aprenda a usar redes sociais na procura por um emprego“.

Colocar como título “Curriculum Vitae”

Pode parecer bobo, mas isso é algo que prejudica bastante os candidatos. No cabeçalho deve constar seu nome, seguido de seus dados pessoais. Dica prática: mostre o seu currículo para algumas pessoas sem incluir “curriculum vitae” no documento. Se em menos de 5 segundos eles não conseguirem dizer que o que estão vendo, algo está errado. Modifique seguindo as nossas demais dicas acima, sendo o mais claro e objetivo possível.  

Não deixe de conferir também os nossos outros textos sobre o assunto: “Cinco erros de português que podem prejudicar o currículo”, “Como vencer a timidez na busca por um emprego?”. E, claro, veja as ofertas de emprego que o Amarelinho selecionou para você.

Até a próxima!


Publicidade

Publicidade

Publicidade