Como vencer a timidez na busca por um emprego?

Uma entrevista de emprego já é uma situação carregada de ansiedade, certo? Agora imagine para quem precisa enfrentar também a timidez. Segundo a Wikipedia, timidez é “o desconforto e a inibição em situações de interação pessoal que interferem na realização dos objetivos pessoais e profissionais de quem a sofre. Caracteriza-se pela obsessiva preocupação com as atitudes, reações e pensamentos dos outros”. Inegavelmente, ela tende a aparecer com mais frequência em uma situação desconhecida, mas nem sempre precisa ser vista como uma desvantagem. 

Embora o exercício de se vender a um futuro empregador pareça mais natural para extrovertidos, ser tímido não significa nunca se sentir confiante. Muito menos sinônimo de incompetência. “Grande parte do problema existe porque nossa cultura geralmente valoriza e premia as pessoas mais sociáveis”, explica Jacqueline Resch, sócia-diretora da Resch Recursos Humanos.

 

Portanto, saiba o que fazer se você é uma pessoa que, infelizmente, está deixando a timidez falar mais alto no momento da entrevista.

 

O que fazer para vencer a timidez?

Mesmo que o entrevistador não o conheça, seu currículo deu a eles informações suficientes para despertar essa curiosidade. Em outras palavras: você é um dos candidatos em potencial para o cargo. Por certo os recrutadores sabem que é normal um certo nervosismo dos candidatos na hora da entrevista. Mas é preciso que você também faça a sua parte. 

 

Prepare-se

Pesquise a organização para a qual deseja trabalhar e as pessoas que conhecerá durante a entrevista. Quanto mais você aprender sobre eles, mais você se sentirá confortável. Você pode utilizar o LinkedIn para isso. Além disso, estudar sobre as suas próprias competências permite criar um discurso claro, conciso e objetivo sobre você mesmo – o que trará muita calma e segurança para a hora da entrevista. “Não vá com falas ensaiadas, mas vá preparado”, diz Jacqueline. “Quanto mais pronto você se sentir, mais descontraída será a conversa com o recrutador”.

 

Fale sobre as suas paixões e habilidades

Uma boa forma de se sentir mais à vontade numa entrevista é falar sobre as suas paixões e também sobre as suas conquistas. “A maioria das pessoas costuma relaxar quando conversa sobre aquilo que ama”, revela Jorge Martins, gerente da consultoria de recrutamento Robert Half.

 

Falar sobre o que gostamos, tímido ou não, muda o tom de nossa voz e os nossos gestos, influenciando bastante toda a dinâmica da entrevista.

 

Faça contato visual 

Uma das coisas que os recrutadores geralmente valorizam é ​​o contato visual. Se você frequentemente desvia os olhos durante a conversa, eles costumam ver isso como um mau sinal. “Se tiver dificuldades em manter contato visual, uma boa dica é olhar no ponto que fica entre os olhos. Isso vai te ajudar a se concentrar no que a pessoa está falando e a não ficar de cabeça baixa”, conta o coaching José Roberto Marques.

 

Acima de tudo, seja você mesmo

De todos os nossos conselhos, esse é o mais importante porque os recrutadores sempre estão em busca de autenticidade. Se você tentar parecer extrovertido, ou transmitir algo que não é, provavelmente eles perceberão e você provavelmente não conquistará um emprego. Confie em si mesmo! Lembre-se que pessoas tímidas costumam ser mais atenciosas e em se expressar por escrito. Esta é uma ótima vantagem para certas profissões. 

 

Agora, que tal dar uma olhada nas vagas que estão disponíveis? Uma delas pode ser sua. Vença a timidez e boa sorte!


Publicidade

Publicidade

Publicidade