Os aspectos emocionais da pré-aposentadoria

A aposentadoria é uma mudança e, como tal, envolve preparação e ajustes em todos os aspectos da vida. Mesmo na fase de pré-aposentadoria, não há fórmula mágica. Normalmente, grande parte da nossa rotina diária gira em torno do trabalho: tempo, objetivos, conquistas, fracassos. Nesse sentido, a aposentadoria representa um momento contraditório, uma vez que é vista como uma grande conquista, mas também costuma ser sentida como uma grande perda. “A aposentadoria, sempre vem acompanhada de perdas de estratégias devido ao afastamento de comportamentos habituais, já organizados e conhecidos pelo sujeito; perdas de poder e reconhecimento; e perdas da identidade sócio-profissional, ou seja, da profissão e de relacionamentos”, alerta a professora e empresária Lísia Prado.  

Existem maneiras de levar a relevância da sua vida profissional para a aposentadoria. Portanto, um ajuste positivo é essencial para manter o bem-estar físico e psicológico nessa nova fase da vida. 

Se preparando durante a fase da pré-aposentadoria 

 

No estágio de pré-aposentadoria, pergunte a si mesmo como vai passar o tempo na aposentadoria. Quais atividades, interesses e estilo de vida seriam compatíveis? “Passar de ‘trabalhador’ para ‘aposentado’ é como desembarcar na Lua. Ao ingressar no mundo do trabalho, a maioria das pessoas possui grandes projetos: pretende constituir família, comprar uma casa, progredir profissionalmente, etc. Tais projetos se concretizam ou não. Ao se aposentar, no entanto, os planos da juventude, na medida do possível, estão realizados, e o presente assume outra dimensão: identificar-se com o que passou”, explica Lísia. 

Estar emocionalmente preparado nessa fase, provavelmente, levará a decisões melhores e mais conscientes na aposentadoria. Além disso, a vida de aposentado pode exigir menos dinheiro do que o esperado. Portanto, procure encontrar um propósito e maneiras de se sentir relevante. 

 

  • Faça uma lista de tudo o que gostaria de fazer: esta lista inclui grandes, médios e pequenos sonhos. Coloque no papel tudo o que não foi possível fazer no decorrer da vida devido à falta de tempo;
  • Fortaleça os relacionamentos: a aposentadoria é um momento de ouro para amizades. Você certamente conhecerá várias pessoas que estão passando por essa mesma fase. Sendo assim, ela acaba sendo uma ótima oportunidade para dedicar mais tempo ao relacionamento com as pessoas ao seu redor;
  • Encare a vida de outra forma: não se amarre ao passado. O que passou, passou. Você precisa se concentrar no que está por vir, trabalhando o entusiasmo pelo que pode fazer.

 

Lísia também enfatiza a importância da família nesse momento. “É importante compreender o idoso em suas diversas formas de ser, respeitando suas maneiras de viver, pois o fato de determinadas pessoas estarem em uma mesma faixa etária não significa que tenham passado pelas mesmas vivências e que apresentem as mesmas características e necessidades”. Portanto, a aposentadoria implica uma mudança, uma inversão de papéis e ações que devem levar a novos equilíbrios. Aproveite!


Publicidade

Publicidade

Publicidade