Inclusão e independência da pessoa com deficiência por meio do trabalho

Gestão Portal o Amarelinho

, Empregos

Você conhece o programa “Meu Emprego, Trabalho Inclusivo“? Ele é uma iniciativa do governo de São Paulo que promove a inclusão, permanência e desenvolvimento profissional de pessoas com deficiência no mercado de trabalho. E não só por meio da disponibilização de vagas, mas também da qualificação do profissional. Por isso, a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência reconhece a importância de dar visibilidade à luta da pessoa com deficiência por meio de eventos pontuais.

 

Dezembro marcou uma série de eventos sobre inclusão

Segundo a Base de Dados dos Direitos da Pessoa com Deficiência, há mais de 9 milhões de pessoas com deficiência no estado de São Paulo. Porém apenas 1,17% desta população ativa no mercado de trabalho.

Pensando em desmistificar a inclusão desse público pelo ponto de vista das empresas, foram realizadas palestra sobre empregabilidade inclusiva. Além disso, cases de empresas que possuem profissionais com deficiência dentro da sua rede também foram fundamentais.

A Secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Célia Leão, destacou que a inclusão de profissionais com deficiência deve ter como base as competências que apresentam essas pessoas e não suas deficiências. “Ter um espaço de trabalho diverso é uma necessidade, pois quebra barreiras e traz conhecimentos e vivências plurais para dentro do ambiente corporativo”, afirmou.

Também foram abordadas metodologia do Emprego Apoiado e ações do programa Meu Emprego, Trabalho Inclusivo. “É uma honra fazer parte deste evento, realizar essa parceria que estimula a contratação de pessoas com deficiência e destacar as ações de inclusão no mundo de trabalho, dando oportunidade de renda e melhor qualidade de vida a essas pessoas”, destacou a Secretária de Estado de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen.

 

Cases de sucesso também foram destaque

Durante o evento foram apresentados cases de sucesso, como a da farmácia Pague Menos. Há seis meses a empresa contratou, por meio do Polo de Empregabilidade Inclusivo, o Kenneth Zolfan, que possui Transtorno do Espectro do Autista (TEA). Segundo o gerente do local, Daniel Vieira, tem sido um grande aprendizado para todos acompanhar o desenvolvimento do Kenneth. “Ele chegou com algumas limitações, mas ao longo do tempo estamos trabalhando em cima disso, incluindo ele nas atividades, fazendo um diferencial que é também ver o lado ser humano e adaptando ele tanto ao crescimento pessoal quanto ao profissional”, afirmou.

 

O Kenneth está em seu primeiro emprego e afirmou estar gostando. “É a primeira vez que faço isso. Eu atendo clientes e arrumo mercadorias. Gosto muito da equipe”, contou.


Publicidade

Publicidade

Publicidade