Prepare-se para conquistar seu emprego em 2020

Claudinei Nascimento

, Comportamento

Especialistas dão dicas para quem almeja conquistar uma vaga no mercado de trabalho. Resiliência e ações direcionadas são recomendações para quem quer superar a situação de desemprego.

 

A transição de um ano para outro é o momento ideal para refletir sobre a carreira, fazer um planejamento, colocar as ideias no papel e praticá-las, a fim de aumentar as chances de ingressar ou se recolocar no mercado de trabalho.  

Simone Pita do Nascimento, professora de carreiras da HSM University

É o que indica a especialista Simone Pita do Nascimento, professora de carreiras da HSM University. Para ela, uma das orientações para quem está buscando uma oportunidade profissional é estar atento ao que acontece no mercado. “Já não bastam mais somente as competências técnicas. Ser um profissional mais bem-preparado diz respeito à compreensão sobre quem você é, o que deseja para sua carreira e o que é possível conciliar nos dois campos”, diz.

Para alcançar esse equilíbrio, é importante buscar o autoconhecimento, refletindo sobre suas características pessoais e a profissão que deseja exercer ou que já exerce. E não se pode deixar de lado o networking. “Relacionamentos com profissionais da área em que atua são fundamentais”, explica Simone. 

A especialista aponta também para a necessidade de enxergar novas possibilidades, perceber que os tempos são de mudanças, que exigem flexibilidade e resiliência. “Essas características vão levar o candidato à superação e percepção da necessidade de aprimoramento, de adaptar-se a uma nova situação.”  

Outra dica de Simone para quem está desempregado é não esperar que as coisas caiam do céu. “É preciso ir atrás, pesquisar, analisar, fazer contatos, criar vínculos. “Determine ações e metas para o que deseja alcançar e entenda que você é responsável por colocar tais hábitos em prática.” 

 

Planejamento 

Para que essas práticas não se percam no caminho, a dica é realizar um planejamento, criar rotinas para as suas ações e não ter medo de dar o primeiro passo. “É um equívoco achar que o pensamento crítico, por si só, te levará a um lugar diferente, sem uma ação efetiva para a mudança.” 

Entre essas ações, é necessário atualizar-se, estipular metas e determinar as ações diárias para que possa buscar o que almeja, ou seja, trazer os planos de ação do papel para a realidade. “Utilize a tecnologia em seu favor, transformando-se em um profissional melhor para as necessidades de mercado, reconheça a importância
de trabalhar em equipe, de ser empático e de tomar boas decisões, aprenda a ser criativo, pois as empresas precisam cada vez mais de pessoas que transformem ideias em realidade. Ter ideias é muito bom, mas colocá-las em prática é um diferencial”, declara Simone.  

Para Lara Dias, especialista em carreira e pessoas do Grupo Support, o planejamento realmente é essencial para atingir os objetivos profissionais, mas ela faz um alerta. Em geral, o brasileiro é um bom planejador, mas péssimo executor e parte disso está em entender o quanto planejamos está dentro da realidade. “Se eu quero uma mudança de carreira ou um novo cargo, preciso me preparar e isso, muitas vezes, envolve capacitação, recursos financeiros e tempo”, esclarece.  

Segundo Lara, o planejamento envolve três palavras-chave: direcionamento (o profissional precisa saber o que é e o que quer para sua carreira), determinação (o que preciso fazer para alcançar o meu objetivo, quais os desafios envolvidos e quanto estou disposto a me sacrificar para enfrentá-los) e otimismo (ter a esperança de que o melhor está sempre por vir).  

E, por último, Lara orienta para que todos os objetivos sejam colocados no papel, de preferência em um lugar visível, com todas as metas importantes para alcançá-lo. “Comemore cada passo dado e reveja constantemente o que não deu certo, para fazer os ajustes necessários.”  

Além do planejamento, Lara lembra que o êxito na conquista de uma vaga passa também pelo autoconhecimento. Quem está fora do mercado de trabalho precisa identificar quais são as suas competências e habilidades e o que faz forte frente à concorrência. “Isso é fundamental para se vender na hora de um processo seletivo.” 

 

 


Publicidade

Publicidade

Publicidade