O recrutador sumiu? Saiba o que fazer nesses casos

Você mandou seu currículo, conseguiu uma entrevista e ficou com a impressão de ter se saído bem. Porém, alguns dias, ou semanas, se passaram e você ainda não teve uma resposta do recrutador. Infelizmente, isso é bastante comum e pode ocorrer por diversos motivos. De fato, a procura por emprego é uma fase complexa que exige proatividade dos candidatos. O que você deve fazer, então? Mandar um e-mail, telefonar, deixar pra lá? 

 

Como agir quando o recrutador não dá resposta?

 

Saiba quais são os prazos

 

Geralmente, durante a entrevista, os recrutadores informam para cada candidato quando o processo seletivo será finalizado. Aguarde pelo menos um dia após o fim do prazo para entrar em contato com a empresa. Isso porque, obviamente, avaliar todas as candidaturas leva tempo. Portanto, seja paciente. Dê tempo à empresa para tomar uma decisão e não as incomode com muita frequência. Do contrário, você pode até influenciar sua decisão da maneira errada. Use o bom senso. 

 

Mantenha uma planilha 

Organização também é um diferencial na hora de procurar um emprego. Renata Fillippi, recrutadora da STATO, dá a dica: “Sugerimos aos profissionais que estão mandando currículo e participando de processos seletivos que mantenham uma planilha atualizada com o nome da empresa, da pessoa com quem conversou, telefone, e-mail e data do último contato”, conta. Mantenha também detalhes das ofertas de emprego com cuidado. É importante lembrar a descrição da função antes de ir a uma entrevista. Além disso, este resumo permite que você saiba com precisão quais empresas ainda não deram resposta. Porém, atenção: “Fazer o acompanhamento do processo não significa ligar a cada três dias para saber se há alguma novidade”, alerta Renata. 

 

Envie um e-mail de agradecimento

Depois de realizar a entrevista de emprego, você pode entrar em contato com o recrutador para agradecer a oportunidade. Elogie os pontos positivos do processo e informe que está a disposição para mais informações. Dessa forma, você demonstra interesse e organização, o que sempre conta pontos com o recrutador. 

 

Recebeu uma resposta negativa? Bola pra frente

 

Pergunte ao recrutador se ele pode informar quais foram os seus acertos e erros. A saber, essa etapa é chamada de “feedback”. Por meio das informações, você pode fazer a sua autoanálise e ver com mais clareza o que pode (e deve) melhorar. E lembre-se que as empresas usam argumentos objetivos para decidir se contratam ou não uma pessoa. Dessa forma, mesmo se você estiver decepcionado, não deixe que isso afete a sua confiança. Siga em frente e veja as vagas disponíveis aqui no Amarelinho. Uma delas pode ser sua. 

 

Boa sorte!


Publicidade

Publicidade

Publicidade