Portaria reajusta o teto da aposentadoria

21 de janeiro de 2019

Escrito por: Kazuhiro Kurita

Portaria publicada no Diário Oficial da União aumenta o teto da aposentadoria em 3,43%.

O Ministério da Economia publicou portaria no Diário Oficial da União do dia 16 de janeiro reajustando em 3,43% o teto dos benefícios do INSS, incluindo a aposentadoria, que passa a ser de R$ 5.839,45. A correção foi feita com base na inflação oficial do País, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os aposentados que recebem um salário mínimo tiveram um reajuste maior, de 4,6%, passando a receber a quantia de R$ 998,00. Os valores serão creditados de 25 de janeiro a 7 de fevereiro.

O mesmo índice foi aplicado no reajuste do salário-família, que é pago ao trabalhador registrado em carteira com filho de até 14 anos ou inválido sem limite de idade. Para quem ganha até R$ 907,77 por mês, o valor do benefício por filho é de R$ 46,54. Para o trabalhador que tem remuneração entre R$ 907,77 e R$ 1.364,43, a cota é de R$ 32,80.

A portaria também definiu os novos valores de contribuições previdenciárias a serem descontados no salário de fevereiro. Trabalhadores registrados, domésticos e avulsos passam a contribuir com 8% para o INSS se a remuneração chegar até

R$ 1.751,81. Quem ganha entre

R$ 1.751,82 e R$ 2.219,72 deve recolher 9% e os que têm salários de R$ 2.919,73 a R$ 5.839,45 colaboram com 11%.

O valor da renda mínima para os presos terem direito ao auxílio-reclusão pago aos seus dependentes também foi reajustado para

R$ 1.346,43 no máximo. Ele é concedido pelo INSS aos dependentes dos presos em regime fechado ou semiaberto que contribuíram com a Previdência enquanto trabalhavam. O tempo de validade varia de acordo com a idade dos dependentes e o tipo de beneficiário. Quando a pessoa presa não tiver contribuído 18 meses à Previdência ou se o casamento ou união estável começar em menos de dois anos antes da prisão, o benefício tem duração de quatro meses.

Compartilhe esta notícia nas redes sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Publicidade ba

Mais conteúdos sobre

Outros conteúdos que você pode gostar

NO AMARELINHO VOCÊ CONSEGUE CONTATO DIRETO COM O EMPREGADOR.

Últimas Notícias