Disputa por uma vaga ainda será muito concorrida

Kazuhiro Kurita

, Empregos

A especialista Marcia Avelar diz que estudar e investir em atualização é primordial para encarar o momento.

Embora haja otimismo com relação à melhora da economia, o mercado de trabalho deverá ter uma recuperação lenta para a necessidade dos trabalhadores. Ou seja, ainda vai ter muito mais desempregados do que vagas. Diante deste cenário de alta concorrência, é importante saber se diferenciar.

Segundo Marcia Cristina Avelar, diretora de Desenvolvimento Humano e Organizacional (DHO) da NVH Talentos, estar desempregado nunca é fácil, mas é um momento oportuno para se reposicionar e aproveitar as experiências que poderão facilitar a recolocação. Ela recomenda estar sempre em movimento. “Estudar e investir em atualização é fundamental, porque são importantes para se estabelecer novos relacionamentos que podem resultar em indicações, o famoso networking”, sugere.

Marcia ressalta que existem muitos cursos gratuitos e conteúdo sem custo na internet, além de instituições. “Sabemos que, com a renda curta, sobra pouco para investir na carreira, mas existem maneiras de fazer isso sem gastar as reservas”, diz, lembrando que manter um bom portfólio também pode ser decisivo para o recrutador, dependendo da área de atuação. “Os resultados passados sempre chamam a atenção das empresas, pois elas sabem que podem esperar coisas boas daquele profissional”, garante.

Outra dica, que pode parecer meio óbvia, é manter o currículo atualizado. “É interessante que toda essa movimentação seja devidamente registrada, principalmente se o candidato utiliza várias plataformas de busca de vagas, como consultoria, sites e até na entrega pessoalmente”, recomenda a diretora de DHO.

Para Marcia, é importante participar de grupos de interesses e influência, principalmente nas redes sociais. No quesito off-line, frequentar eventos da área de atuação pode ajudar, pois eles oferecem conhecimentos.


Publicidade

Publicidade

Publicidade