Microempreendedor individual: como funciona?

11 de outubro de 2021

Escrito por: Gestão Portal o Amarelinho

Você já encontrou uma vaga em que a contratação era por meio de Pessoa Jurídica? Nesses sentido, você precisará virar um Microempreendedor individual, o famoso MEI. Mas calma, não se desespere. Isso é completamente normal e você ainda será funcionário da empresa que está te contratando. Assim como já explicamos qual a diferença entre CLT e PJ.

 

Passo a passo para microempreendedor individual

Primeiramente, você deve estar se perguntando: “por onde eu começo?”. É possível realizar todo o processo virtualmente. Acessando o site do portal do empreendedor e entrar na opção: “Quero ser MEI”. Além disso, você terá de cumprir alguns requisitos: Não participar de outra empresa como sócio ou titular; Ter faturamento de até R$ 81.000 por ano; Atender as atividades permitidas.

 

Clique em formalize-se. Na sequência será necessário criar sua conta no site do governo federal, digitalmente esse processo não tem a espera em filas ou necessidade de imprimir documentos. Após esse passo, preencha o cadastro no portal do empreendedor, ao final dessa operação, você receberá um SMS com código para acesso.

 

O próximo passo é definir o nome fantasia da sua micro empresa e indicar a atividade que irá realizar. Além disso, também deverá dizer qual local você irá atuar. Também deverá informar o endereço residencial e o CEP da sua empresa.

 

Por fim, a última atividade para abrir o MEI é retirar o Certificado de condição de Microempreendedor Individual (CCMEI). Após seguir as orientações anteriores, você receberá o CCMEI comprovando seu MEI com número do CNPJ e registro na Junta Comercial.

 

Além disso, você deverá seguir outros passos, para aqueles que trabalham com prestação de serviços (pessoa jurídica), devem emitir nota fiscal para os contratantes. Contudo, fique tranquilo, nós do Amarelinho já tratamos sobre o site da Prefeitura de São Paulo desenvolvido para auxiliar nesse processo.

 

Cenário atual do Microempreendedor individual no Brasil

 

Segundo números do site Gov.br, o número de microempreendedores individuais cresceu no último ano, chegando a responder por 56,7% do funcionamento de empresas no país. Crescimento de 8,4% em relação ao ano anterior. Além de ser uma modalidade de contratação, muitos profissionais abrem microempresas individuais para atuar de maneira autônoma e garantir a renda mensal por conta própria.

 

Gostou dessas informações? fique por dentro das vagas do Amarelinho

São muitas vagas esperando por você no nosso site. Então, caso pedirem para contratar por meio de PJ você já sabe como lidar. Portanto, entre em contato com a empresa e conquiste seus objetivos. Boa sorte!

Compartilhe esta notícia nas redes sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Publicidade ba

Mais conteúdos sobre ,

Outros conteúdos que você pode gostar