Trabalhador já pode optar por Saque Aniversário

Claudinei Nascimento

, Leis trabalhistas

Até 31 de dezembro, a Caixa Econômica está recebendo pedidos de trabalhadores interessados em fazer o chamado Saque Aniversário, que será autorizado a partir de abril do próximo ano. 

Por meio desta modalidade, será possível retirar parte do saldo da conta do FGTS. Quanto menor o saldo do fundo, maior o porcentual que poderá ser sacado. 

Como exemplo, quem tem até R$ 500,00, poderá retirar 50% deste recurso; de R$ 500,01 a R$ 1.000,00, 40%, mais uma parcela adicional de R$ 50,00; de R$ 1.000,01 a R$ 5.000,00 (30% mais parcela de R$ 150,00); de R$ 5.000,01 a R$ 10.000,00 (20% mais R$ 650,00); de R$ 10.000,01 a R$ 15.000,00 (15% mais R$ 1.150,00); de R$ 15.000,01 a R$ 20.000,00 (10% mais R$ 1.900,00) e a partir de R$ 20.000,01 (5% mais R$ 2.900,00). 

Entretanto, o trabalhador precisa saber que, ao optar pelo Saque Aniversário, não poderá receber seu FGTS, caso seja demitido. Mas o direito ao pagamento da multa de 40% sobre as contribuições do FGTS não sofre alteração.  

A adesão à modalidade vale para todas as contas do FGTS vinculadas a um mesmo CPF. Dessa forma, se o trabalhador tiver três contas (uma do emprego atual e outras duas de trabalhos anteriores), receberá a parcela sobre a soma de todas elas. A opção pelo Saque Aniversário poderá ser feita pelo aplicativo do FGTS (App Caixa FGTS) ou pelo site fgts.caixa.gov.br, onde a Caixa disponibilizou um simulador para cálculo dos valores.


Publicidade

Publicidade

Publicidade