Público com mais de 50 anos tem chance de se requalificar

Kazuhiro Kurita

, Cursos & Educação

Manter-se atualizado e capacitado para atender às exigências do mercado de trabalho é um desafio, principalmente para a população mais madura. Pensando nisso, o Instituto de Longevidade Mongeral Aegon oferece cursos on-line e gratuitos em várias áreas, que permitem o aprendizado de novas capacidades e a requalificação do público com mais de 50 anos.

Antônio Leitão diz que o Brasil não está se preparando para o envelhecimento da população.

Segundo o gerente institucional do Instituto, Antônio Leitão, a expectativa é de 73 milhões de idosos no Brasil até 2060 e o País não está se preparando para isso. Ele explica que os idosos de hoje são infinitamente mais ativos, estão em condições de continuar produzindo e trabalhando, mas esbarram na dificuldade de se manter no mercado. “São vistos como funcionários ultrapassados, quando na verdade são experientes e pacientes para ensinar e aprender, numa troca de conhecimento que só traz benefícios às empresas”, afirma.

O objetivo dos cursos é fazer com que os participantes tenham potencial para contribuir ativamente com a sociedade por meio de seu trabalho, conhecimento e experiência. Os módulos disponíveis abordam temas como aposentadoria e seu aspecto financeiro, Word básico, Excel básico, Inglês básico e Comunicação Oral. O participante também aprimora outras competências, como conhecimento tecnológico aperfeiçoando habilidades para utilizar equipamentos de informação e softwares, bem como a capacidade de autodesenvolvimento, que ajuda a desenvolver o seu crescimento profissional.

Os cursos são compostos por videoaulas, com duração média de uma hora. Há uma avaliação final que testa os conhecimentos adquiridos ao longo das aulas para ter o certificado. Para participar, é preciso ter mais de 50 anos, acessar o link institutomongeralaegon.org/servicos-50/cursos-de-requalificacao e fazer o cadastro com dados básicos.


Publicidade

Publicidade

Publicidade