Marinha lança edital para formar fuzileiros navais

Kazuhiro Kurita

, Cursos & Educação

Podem se inscrever apenas pessoas do sexo masculino com ensino médio completo e idade entre 18 e 21 anos.

O Comando do Pessoal de Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil (CPesFN) publicou edital com 960 vagas para o Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais, com 20% reservadas a candidatos negros. Os interessados devem ser do sexo masculino, ter idade entre 18 e 21 anos até 1 de janeiro de 2020, altura de 1,54m a 2,00m, boa conduta social e não possuir antecedentes criminais, entre outros requisitos.

Os aprovados e classificados serão matriculados como recruta fuzileiro naval. Durante o curso, além de receber alimentação, uniforme e assistência médica e odontológica, o aluno terá remuneração de R$ 956,00, previsto na Lei de Remuneração dos Militares como ajuda de custo para despesas pessoais.

Depois de formado, o soldado fuzileiro naval poderá participar do processo seletivo para realizar o curso de especialização. Se for aprovado, será promovido a cabo, cujo salário é de R$ 2.627,00.

As inscrições vão até dia 28 de março, pela internet por meio do site www.marinha.mil.br/cgcfn. A taxa de inscrição é de R$ 42,00. Os candidatos passarão por exame de escolaridade, verificação de dados biográficos, inspeção de saúde, teste de aptidão física de ingresso, avaliação psicológica e verificação de documentos. O exame de escolaridade será realizado no dia 28 de maio, às 10h, em locais e horários a serem divulgados pela Marinha.

O curso terá a duração de 17 semanas, aproximadamente, e será ministrado no Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves, localizado no Rio de Janeiro (RJ) e no Centro de Instrução e Adestramento de Brasília (CIAB), sediado em Brasília (DF), de acordo com currículo aprovado pela Diretoria de Ensino da Marinha e normas específicas em vigor no Corpo de Fuzileiros Navais (CFN), em regime de internato e dedicação exclusiva até a formatura.


Publicidade

Publicidade

Publicidade