Como identificar e combater a “rádio peão” nas empresas

Redação O Amarelinho

, Comportamento

Desde que o mundo existe, a fofoca corre solta. Apesar de fazer parte da comunicação, ela pode causar estragos dos quais você nem imagina. No ambiente corporativo, o ideal é fazer de tudo para evitá-la. Anote então nossas dicas de como identificar e combater a “rádio peão” nas empresas.

Muitas vezes a fofoca vem associada à desinformação, que é quando uma pessoa repassa um boato ou informação equivocada, não-oficial e passível das mais variadas interpretações. De boca em boca, a história vai ganhando novas características e no final das contas ninguém sabe direito qual é a versão verdadeira ou se é, de fato, algo relevante.

A circulação de rumores não demora a crescer, tornando-se rapidamente numa rede de falácias que altera o rendimento da equipe, desmotiva e afeta os relacionamentos interpessoais. Confira abaixo algumas dicas de como se livrar do problema:

Sou funcionário (a)

Esteja atento aos comentários maldosos de colegas, que, ao estarem insatisfeitos com a empresa ou alguém específico, acabam destilando teorias e opiniões pessoais nada positivas. O melhor a se fazer é não alimentar a queixa ou fofoca, para que você também não se prejudique com isso. Procure mudar o foco da conversa, seja falando sobre seus próprios afazeres ou sobre assuntos que não estejam relacionados com o trabalho.

As críticas que chegarem ao seu ouvido em terceira pessoa, no melhor estilo “fulano(a) falou que você…”, não podem ser levadas a sério, afinal, a comunicação já passou por um ruído. Nesse caso, analise se é de bom tom perguntar diretamente à pessoa em questão ou a quem coordena suas atividades, criando assim um canal de comunicação direto e mais certeiro.

Sou empresário (a)

Invista num setor de comunicação interna para não só ouvir o que os funcionários têm a dizer, como também promover informações oficiais e relevantes da empresa. A eficiência da repartição pode interromper a criação de boatos, então antecipe o máximo de comunicados possíveis.

Tenha sempre uma linguagem clara, que esteja ao alcance de todos e não limitada dentro de termos técnicos ou difíceis. Um mural de comunicados e reuniões periódicas para tratar dos assuntos da empresa também ajudam a reduzir os cochichos entre os funcionários.


Publicidade

Publicidade