Competência: você sabe o que é e como alcançá-la?

1 de junho de 2020

Escrito por: Gestão Portal o Amarelinho

Você vê a palavra “competência” em todas as partes. Na escola, na faculdade, em cursos das mais diversas áreas, na sua vida profissional, nos departamentos de RH… É simplesmente impossível ignorá-la. 

Uma competência é uma habilidade que inclui aspectos de conhecimento, atitude e habilidades para atingir objetivos em determinadas situações. Ricardo Camargo, consultor e especialista em empresa familiar, da Camargo Gestão, explica que também é assim no mundo corporativo. “Na visão moderna da administração, o diferencial dos profissionais hoje é muito mais comportamental do que técnico. Vale ressaltar que tanto o conhecimento explícito, que envolve graduação e especializações, quanto o conhecimento tácito, que seria o aprendizado do dia a dia, são importantes para o desenvolvimento de competências”, destaca.

 

Desenvolvimento de competências 

Todo mundo tem competências, mas nem todo mundo aprende a desenvolvê-las da mesma forma. Isso porque as pessoas têm diferentes talentos. E essa diferença tem ligação direta com o desenvolvimento das competências de cada um.

Por exemplo, a pessoa “A” pode ser muito boa na análise de números e a pessoa “B” muito habilidosa na análise de textos. Essas competências, em suma, significam que a pessoa “A” provavelmente será um analista de dados melhor do que a pessoa “B”. Por outro lado, tudo leva a crer que a pessoa “B” tenha um desempenho melhor em uma posição gerencial do que a pessoa “A”. E tudo bem. “A visão estratégica, por exemplo, é considerada essencial para os diretores, mas menos exigidas para cargos menores”, enfatiza Camargo. 

 

Por que as competências são importantes?

Você pode ter diversos talentos, mas é difícil fazer algo com eles se não aprender as competências relacionadas. É preciso se aprofundar e dominá-las para alcançar seus objetivos, interesses e desejos. Portanto, as competências são importantes não apenas no nível profissional, mas também pessoal. Camargo vai além “Não fique parado! Procure sempre acompanhar as necessidades do mercado para manter também a sua empregabilidade!”, finaliza.

Compartilhe esta notícia nas redes sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Publicidade ba

Mais conteúdos sobre

Outros conteúdos que você pode gostar

NO AMARELINHO VOCÊ CONSEGUE CONTATO DIRETO COM O EMPREGADOR.

Últimas Notícias