Segmento de serviços ajuda a gerar empregos

28 de maio de 2019

Escrito por: Kazuhiro Kurita

Subsetor de Beleza e Estética contribui para a recuperação.

O Brasil registrou a abertura de 129.601 novas vagas de emprego com carteira assinada em abril, resultado da diferença de 1.374.628 admissões e 1.245.027 demissões. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados na sexta-feira, dia 24 de maio, pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia. Este é o terceiro ano consecutivo de saldos positivos e crescentes no mês e o número reflete a recuperação do contingente de empregos formais desde 2017.

O setor de Serviços foi responsável por mais da metade dos empregos abertos, apresentado saldo positivo em todos seis subsetores, com crescimento de 0,38% em relação a março deste ano. Em seguida, vem a Indústria de Transformação, que gerou 20.479 novos postos formais. Na Construção Civil foram criadas 14.067 novas vagas de trabalho, impulsionadas pelo subsetor de construção de edifícios e pela construção de rodovias e ferrovias.

Comparando-se com o mesmo mês de 2018, o saldo foi superior em 13,7 mil postos de trabalho em abril deste ano. Nessa comparação, os setores da Agropecuária, Comércio e Serviços registraram altas e os segmentos da Indústria de Transformação e Construção Civil tiveram menor desempenho.

Em âmbito regional, todas as regiões apresentaram melhora na geração de empregos, com destaque para o Sudeste. Na sequência aparecem as regiões Nordeste, Centro-Oeste, Sul e Norte.

Compartilhe esta notícia nas redes sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Publicidade ba

Mais conteúdos sobre

Outros conteúdos que você pode gostar

NO AMARELINHO VOCÊ CONSEGUE CONTATO DIRETO COM O EMPREGADOR.

Últimas Notícias