Transexuais enfrentam barreiras no mercado de trabalho

Paula Prata

, Comportamento

O mercado de trabalho está mais acessível para muitas minorias que antes eram completamente barradas por diversos empregadores. Ainda assim, transexuais enfrentam barreiras.

Transexual é o indivíduo que não se identifica com o sexo de seu nascimento, ou seja, cuja identidade de gênero difere daquela designada no nascimento. Essas pessoas passam por diversas situações na vida até conseguirem realizar a mudança de sexo e finalmente se sentirem confortáveis consigo mesmas.

No entanto, não é todo mundo que consegue encarar essa situação como aceitável. Muitas pessoas transexuais são discriminadas em entrevistas e até mesmo dentro de seus próprios empregos, onde passam por inúmeras experiências preconceituosas que podem vir desde colegas a chefias de alto cargo na empresa.

Uma das maiores reclamações é a falta de respeito com o nome social. Muitos reclamam que o nome social não é respeitado pela empresa, que se nega a trocar o nome no crachá ou simplesmente chama a pessoa pelo nome presente na certidão. Isso pode ser denunciado, pois vai contra as atuais leis trabalhistas brasileiras.

Ainda que exista grande desrespeito dentro do mercado de trabalho, a esperança está em empresas que contratam somente transexuais ou que prezam pelo respeito ao próximo independente de cor, raça, religião ou opção sexual. A previsão é que, cada vez mais, as minorias ganhem seus espaços e sejam respeitadas em todos os setores da sociedade.


Publicidade

Publicidade

Publicidade