Educafro oferece cursos para população negra

23 de setembro de 2021

Escrito por: Gestão Portal o Amarelinho

Capacitar e inserir a população negra, preferencialmente pobre e desempregada, no mercado de Tecnologia da Informação (TI).  Com esse propósito, a Educafro promove, há três anos, o programa Educafrotech, que oferece diversos cursos básicos gratuitos e online, como Aprender TI Brincando, HTML, HTML + CSS, HTML + CSS II, Python, Lógica de Programação e UX/UI Design. As inscrições devem ser feitas pelo site (por meio deste link), clicar em Iniciativas e Educafrotech.

Educafro e seus objetivos

De acordo com o frei David Santos OFM, diretor executivo da Educafro, é preciso estimular a vocação dos negros para uma área que é essencial para a aquisição de uma profissão digna e antenada com o futuro, que veio para ficar.  “Dominar a TI será uma obrigatoriedade no mundo do trabalho, assim como respirar, beber água”, diz.

O posicionamento de Santos encontra respaldo em dados da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), que confirma a TI como caminho importante para garantir uma oportunidade no mercado. Até o ano de 2024, serão em torno de 420 mil novas vagas neste segmento. Em contrapartida, iniciativas como a Educafrotech são vitais, pois as previsões indicam que 150 mil oportunidades não serão preenchidas por falta de trabalhadores.

Para o frei, entretanto, o setor ainda precisa promover uma maior diversidade. Hoje, menos de 2% dos programadores e desenvolvedores são afro-brasileiros. “Nós não queremos uma nova TI, com o velho vício de exclusão do povo negro”, denuncia.

Mudar este cenário passa necessariamente pelas empresas. Por isso, a Educafrotech, por meio de ações afirmativas, estabelece parcerias com algumas delas para encaminhamento profissional dos alunos. “Nas empresas, eles passam por um período de testes e, caso sejam aprovados, são contratados com jornada de trabalho de 4 horas por dia e mais 4 horas de estudo.”

Renda e auxílio

Estudar na Educafrotech é também uma oportunidade de adquirir renda. Os alunos que completam três cursos básicos de seis horas de TI e o curso de cidadania (obtendo 4 diplomas), ganham uma renda de 100,00. “Se for um dedicado estudante, obtendo mais certificações, esse valor aumenta ainda mais”, afirma Santos.

Outras ações podem ajudar os alunos mais vulneráveis. Doação de notebooks, por exemplo, são aceitos pela Educafro (mais informações pelo e-mail educafrotech@educafro.org.br). Quem puder ajudar um aluno a ter melhor acesso à internet pode entrar em contato pelo WhatsApp: (11)96173-6869.

Compartilhe esta notícia nas redes sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Publicidade ba

Mais conteúdos sobre

Outros conteúdos que você pode gostar

NO AMARELINHO VOCÊ CONSEGUE CONTATO DIRETO COM O EMPREGADOR.

Últimas Notícias