Fuja desses clichês na hora da entrevista de emprego

3 de fevereiro de 2021

Escrito por: Gestão Portal o Amarelinho

Em meio a crise econômica e a taxa de desemprego que continua a subir, entrevistas de emprego podem ser uma verdadeira fonte de estresse. Contudo, você não deve deixar a ansiedade falar mais alto. Os recrutadores estão analisando tudo e você precisa ser natural e mostrar o melhor de si. E isso inclui não usar frases clichês nas suas respostas. 

 

Ricardo Karpat, diretor da consultoria Gábor RH, alerta para os perigos de seguir um “script” nessas horas: “Se a pessoa está muito preocupada em dizer o que memorizou, ela acaba não respondendo exatamente ao que foi perguntado”, explica. “Quando a questão foge dos pontos que ela decorou, ela tem dificuldade de improvisar”.

 

O gerente da consultoria Robert Half, Jorge Martins, complementa: “Perceber que o candidato está dizendo frases prontas, memorizadas, é algo que mina a confiança de qualquer recrutador”, revela.

 

Três frases clichês que devem ser evitadas na hora da entrevista

 

“Eu preciso muito desse trabalho e do salário”

 

Todo mundo precisa trabalhar, certo? Portanto, apelar para que o recrutador sinta pena de você, não vai funcionar. Não que falte empatia, mas tente se colocar no lugar deles. Acima de tudo, os recrutadores esperam candidatos motivados pela perspectiva de ingressar em suas equipes e capazes de dar o seu melhor para atingir os objetivos. Ao focar apenas no salário, ele perceberá a falta de motivação e, acima de tudo, não botará fé no seu envolvimento com a empresa. 

 

“Gosto de pensar fora da caixa”

 

Essa frase é tão usada que será o primeiro grande sinal que você, de fato, não pensa fora da caixa. Pode parecer uma boa maneira de comunicar ideias de forma rápida e eficiente, mas os recrutadores já estão cansados de ouvir isso. Sendo assim, você não vai conseguir transmitir que é um profissional inovador, aberto a novas ideias usando este clichê. Em vez disso, leve casos e resultados que comprovem a sua criatividade.

 

“Meu defeito? Sou um perfeccionista”

 

O recrutador deseja conhecer sua personalidade e não ouvir frases prontas. Ser perfeccionista muitas vezes é usado para dar um aspecto positivo às suas falhas. No entanto, este termo não é apreciado de forma alguma pelos recrutadores. Porque na realidade, é interpretado como uma forma de encobrir falhas e não admitir fraquezas.

 

Depois dessas dicas, é hora de conferir as vagas disponíveis aqui no Amarelinho. Capriche no currículo, siga as nossas recomendações e boa sorte!

Compartilhe esta notícia nas redes sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Publicidade ba

Mais conteúdos sobre

Outros conteúdos que você pode gostar

NO AMARELINHO VOCÊ CONSEGUE CONTATO DIRETO COM O EMPREGADOR.

Últimas Notícias