Desemprego volta a subir e atinge 12,3 milhões de brasileiros

Claudinei Nascimento

, Empregos

Números referem-se ao trimestre entre dezembro de 2019 e fevereiro deste ano, ainda sem influência do coronavírus.

 

A taxa de desocupação atingiu 11,6%, no período de dezembro de 2019 a fevereiro deste ano, aumento de 0,4% m relação ao trimestre anterior, de acordo com os dados da PNAD Contínua do IBGE, divulgados na terça-feira, 31 de março. Agora, são 12,3 milhões de trabalhadores desempregados e esses números ainda não são influenciados pelo coronavírus, cujos efeitos negativos mais fortes para a economia começaram a ser sentidos a partir de março.
Segundo a analista de pesquisa do IBGE, Adriana Beringuy, os números eram esperados, pois já se notava uma trajetória de queda nos níveis de emprego desde o final do ano passado. Os setores que mais contribuíram para o aumento na taxa de desemprego foram o de Construção (-4,4%), administração pública (-2,3%) e serviços domésticos (-2,4%). 

 

Queda na informalidade

 

Por outro lado, houve queda na taxa de informalidade. Ela era de 41,1% no trimestre de setembro a novembro e fechou em 40,6%, no trimestre encerrado em fevereiro deste ano. Mesmo assim, são 38 milhões de informais, que abrange trabalhadores sem carteira assinada, domésticos sem registro, empregadores sem CNPJ, profissionais que trabalham por conta própria sem CNPJ e aqueles que auxiliam em empresas da família. A queda, segundo Adriana, está associada ao fato de muitas pessoas terem sido contratadas formalmente pelo Comércio no período que engloba as festas do final de ano. 

Um dado alarmante da PNAD Contínua é o total de pessoas fora da força de trabalho, que chegou a 65,9 milhões, número recorde desde que a pesquisa foi iniciada, no primeiro trimestre de 2012. Neste contingente, estão aqueles com idade ativa para trabalhar, ou seja, com mais de 14 anos, mas que não estavam trabalhando nem buscando emprego, incluindo 4,7 milhões de desalentados, que desistiram de procurar uma oportunidade de trabalho.

 


Publicidade

Publicidade

Publicidade