IBGE abre edital para contratar 208 mil trabalhadores temporários

Claudinei Nascimento

, Empregos

As vagas são para recenseador e agente censitário, com exigência de nível fundamental e médio, respectivamente. Confira dicas para se preparar às provas, que acontecem no mês de maio.

 

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou processo seletivo simplificado para a abertura de 208.695 vagas temporárias para profissionais que vão trabalhar no Censo Demográfico de 2020.

Somente para o cargo de recenseador, que faz a coleta de dados nas residências, são 180.557 oportunidades, com exigência de ensino fundamental completo. Dessas, 40.506 estão reservadas para o Estado de São Paulo, sendo 18.964  para a Região Metropolitana, que inclui a Capital.  

Para esta função, o processo seletivo prevê a realização de uma prova objetiva, que será realizada no dia 24 de maio, das 13h às 17h, com questões de Língua Portuguesa (10), Matemática (10), Ética no Serviço Público (5) e Conhecimentos Técnicos (25). Além disso, os aprovados participarão de um treinamento, também de caráter eliminatório.  

A remuneração do recenseador será por produção, conforme fatores como taxa fixada de conhecimento prévio, unidades recenseadas, tipo de questionário, número de pessoas recenseadas e registro no controle da coleta de dados. A jornada de trabalho recomendável é de, no mínimo, 25 horas semanais, além da participação obrigatória no treinamento. O candidato pode simular valores de remuneração por meio do link https://censo2020.ibge.gov.br/estimativa-remuneracao. Quem fizer a carga de 25 horas e morar na Capital, por exemplo, deverá receber R$ 2.160,24.  

 

Recenseadores são responsáveis pela coleta das informações

Nível médio 

Outro edital prevê a abertura de 5.462 vagas para agente censitário municipal e 22.676 para agente censitário supervisor, estas reservadas para candidatos que tenham concluído o nível médio. Esses profissionais serão responsáveis por chefiar um posto de coleta e realizar o armazenamento dos dados coletados pelo recenseador. Do total de oportunidades, são 5.831 para o Estado de São Paulo, das quais 2.749 para a Região Metropolitana. Os salários para esses cargos são de R$ 2.100,00 e R$ 1.700,00, respectivamente, por uma jornada de 40 horas semanais.  

A avaliação para estas posições deve acontecer uma semana antes da prova para candidatos a recenseador, em 17 de maio, também das 13h às 17h, porém com 10 questões de Língua Portuguesa, 10 de Raciocínio Lógico Quantitativo, 10 de Ética no Serviço Público, 5 de Noções de Administração/Situações Gerenciais e 15 de Conhecimentos Técnicos.  

As inscrições devem ser feitas no site http://www.cebraspe.org.br até o dia 24 de março e a taxa de participação é de R$ 23,61 para recenseador e R$ 35,80 para agentes.  Em ambos os casos, representantes de famílias de baixa renda, inscritas no programa do governo federal CadÚnico, podem solicitar isenção da taxa, seguindo as orientações estipuladas nos editais.  Vale destacar ainda que 20% das oportunidades estão reservadas para pessoas pretas e pardas, por meio de autodeclaração no ato da inscrição, e outros 5% são dirigidas para pessoas com deficiência. 

Os contratos terão vigência de 30 dias, podendo ser prorrogados por igual período, com base nas necessidades de conclusão das atividades e dos recursos orçamentários do governo federal. Porém, a previsão é que durem de três a cinco meses. Quem trabalhou no IBGE com contrato temporário nos últimos meses poderá participar dos processos seletivos, o que era proibido em processos seletivos anteriores. Outra facilidade é que, no momento da inscrição, o candidato pode escolher a área onde prefere trabalhar dentro do município. “A ideia é que os aprovados estejam perfeitamente ambientados a sua região de atuação”, explica Bruno Malheiros, coordenador de Recursos Humanos do IBGE.   

 

Como se preparar para a prova 

Confira abaixo algumas dicas para se preparar para a seleção do IBGE: 

  • Reserve um tempo diário (recomendável ao menos uma hora) para estudar o conteúdo programático disponibilizado no edital.
  • Comece seu estudo pelas matérias mais básicas e depois vá se aprofundando.
  • Estude uma disciplina por dia. 
  • Estude em um ambiente calmo, propício para absorver o conteúdo.
  • Reveja provas anteriores do IBGE (basta fazer uma busca pelo Google).
  • Pesquise sobre provas anteriores para o seu nível escolar, realizadas pela empresa organizadora (Cebraspe). 

Publicidade

Publicidade

Publicidade