Emprego temporário pode ser trampolim para a conquista de uma vaga efetiva

Claudinei Nascimento

, Empregos

Para consultora, a alta performance pode transformar a oportunidade com prazo predeterminado em um emprego fixo. Profissional precisa superar expectativas da empresa.

 

O fim de ano se aproxima e uma boa notícia para os trabalhadores é saber que, tradicionalmente, nesta época aumentam as oportunidades de trabalho temporário em segmentos como Indústria, Comércio e Serviços. Entre setembro e dezembro, a previsão da Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Asserttem) é que sejam geradas 570 mil vagas, aumento de 13,86%, se comparado com o mesmo período do ano passado.  

Outra informação importante é que parte da empresas aproveita este período para dar uma reciclada no quadro de funcionários e a possibilidade de transformar o emprego temporário em uma oportunidade efetiva existe. Porém, para a consultora da Carpediem RH, Aliesh Costa, esta possibilidade somente se concretiza quando o profissional assume esse desafio não como um período passageiro, mas como uma grande oportunidade de desenvolver um trabalho em alta performance. “As organizações estão em busca de profissionais que superem as expectativas”, diz. 
Para tanto, é necessário que o trabalhador esteja sempre disposto a entregar mais e trabalhar em equipe, se empenhando ao máximo para ser eficiente. “Assumindo essa postura, ele vai se destacar e passar a ser considerado para uma vaga efetiva, quando ela surgir”, reforça Aliesh

Segundo a consultora, este caminho torna-se mais fácil, quando o profissional  se identifica com a oportunidade e apresenta um comportamento alinhado à cultura da empresa . “Por isso, o melhor a fazer é mostrar real interesse às vagas que sejam compatíveis as suas habilidades e aspirações. Isto certamente aumenta as chances de causar uma 
boa impressão e ser valorizado”, explica. 

A consultora da Carpediem RH, Aliesh Pereira Costa.

Atitudes

Aliesh destaca que a maioria das vagas exige uma experiência prévia, mas de nada adianta ter as competências técnicas para o desempenho de determinada função e se esquecer das atitudes comportamentais. São elas que vão determinar a construção de um relacionamento sadio com os demais funcionários, gestores e, principalmente, com os clientes. “Quem lida com o público, por exemplo, deve sempre ter um sorriso no rosto, um tom de voz adequado, demonstrar empatia.”

E colocar essas recomendações em prática, num momento no qual mais de 12 milhões de trabalhadores estão buscando uma colocação no mercado de trabalho, é uma ótima estratégia para o profissional mostrar seu valor e iniciar uma carreira na empresa. “Agindo dessa forma, a efetivação pode ser uma simples consequência“,  finaliza Aliesh.


Publicidade

Publicidade

Publicidade