Instituto oferece curso gratuito de programação

Instituto PROA está com processo seletivo aberto para 2ª edição do curso gratuito de capacitação profissional em programação. São 150 vagas disponíveis para os jovens interessados em investir na área que desponta como uma das mais promissoras no mercado de trabalho. Os candidatos devem ter entre 17 e 20 anos, e estar cursando, ou já ter concluído, o 3º ano do Ensino Médio na rede pública de ensino. As inscrições vão até o dia 11 de dezembro e podem ser feitas no site do PROA

 

“Enxergamos que precisávamos fazer um upgrade na nossa grade curricular para garantir aos nossos alunos mais oportunidades. Além disso, é a chance de estarem mais preparados tecnicamente para o primeiro emprego, prontos para os novos desafios do mercado de trabalho na área de tecnologia e programação. Nunca deixaremos de lado o nosso foco nas competências comportamentais e socioemocionais. Sendo assim, elas devem atuar como capacidade para trabalhar em grupo, resiliência e criatividade. Porém, com esse escopo técnico, o jovem terá uma ampla e inovadora formação em tecnologia, que ampliará suas oportunidades profissionais”, afirma Alini Dal’Magro, diretora do PROA.

 

Segundo o Instituto, já são mais de 5700 jovens formados, e 8 a cada 10 alunos dos formados em 2019 está empregado em grandes empresas.

 

Mais informações sobre os cursos do Instituto

 

O início do curso está previsto para março de 2021 de forma presencial. Entretanto, toda a estrutura já está preparada e adaptada se for necessário dar continuidade às aulas online. A duração é de seis meses e pode ser realizado tanto no período da manhã, das 9h às 13h, ou no da  tarde, das 14h às 18h, na unidade do Senac Lapa Tito (Rua Tito, 54 – Vila Romana). 

 

Os módulos do curso estão divididos em: Técnico + Comunicação (248 horas), Projeto de Vida (76 horas), Raciocínio Lógico e Lógica de Programação (30 horas) e Módulo de Vivências (66 horas). Ao final do curso os formados no projeto serão encaminhados para entrevistas em empresas parceiras do projeto e acompanhados pelos Instituto PROA por três anos.

 

“O jovem formado neste projeto sairá apto a trabalhar com programação e, ao mesmo tempo, com as competências sociocomportamentais desenvolvidas de forma plena. Assim sendo, acreditamos que quanto mais cedo esse jovem tenha contato com habilidades que ainda não foram desenvolvidas ou que precisam ser aprimoradas, mais chances eles terão de serem bem-sucedidos profissionalmente. Independentemente do que eles queiram fazer”, explica Dal’Magro.

 

Depoimento de quem já fez

 

No decorrer do curso, o jovem é estimulado a desenvolver habilidades que precisam ser aprimoradas, sempre respeitando a individualidade de cada aluno. Tudo isso para que já saia da capacitação preparado para entrar no mercado de trabalho. 

 

“O curso foi o pontapé inicial da minha carreira. Por meio dele tive a oportunidade de conhecer a área da tecnologia e desenvolver as capacitações necessárias para ingressar na área. Estou muito feliz que o PROA seja voltado agora para a área de tecnologia, pois hoje sei que as oportunidades são imensuráveis, além de uma carreira ótima para os jovens”, revela Natália Borges, 20 anos, EX-PROANA e formada em análise e desenvolvimento de sistemas pela faculdade. Hoje ela trabalha como desenvolvedora back-end na consultoria Everis.

 

Não perca essa oportunidade e confira também os nossos outros textos sobre o assunto: “Não fique parado! Invista em cursos online”, “Mercado de trabalho: o que fazer após a faculdade?” e “Habilidades de trabalho para o mundo pós-coronavírus”.

 

Até a próxima!


Publicidade

Publicidade

Publicidade