Instituto prepara profissionais para área de Marcenaria

Claudinei Nascimento

, Cursos & Educação

Instituto Leo está com inscrições gratuitas abertas. São 76 vagas para as cidades de São Paulo e Diadema.

 

Quem tem mais de 18 anos, renda familiar de meio salário mínimo por pessoa e pelo menos a sexta série do ensino fundamental concluída pode se inscrever no curso gratuito de Marcenaria do Instituto Leo.  

São 60 vagas na Rua Bartolomeu Pais, 136, Vila Anastácio, zona oeste da Capital, e outras 16 na Avenida Dona Ruyce Ferraz Alvim, 1.385, em Diadema, Grande São Paulo.  

As inscrições estão abertas até o dia 1º de março e mais informações podem ser obtidas pelo e-mail instituto@leomadeiras.com.br ou telefone(11) 3544-1051, para unidade da Vila Anastácio), e  contato@tabeadiadema.org.br ou (11) 4056-7775/ 4044-5920, para Diadema. 

 

Instrutor Allan Sabino orienta o aluno Hilton Santos de Amorim

Centro de referência 

Criado em 2006, o Instituto Leo já formou mais de 1.675 alunos, seja para atuar como colaboradores em empresas do segmento ou para empreender por conta própria. Para isso, o curso é ministrado em 55 dias, totalizando uma carga de 220 horas. Os alunos saem preparados para trabalhar como ½ oficial em diversas áreas, como venda, montagem e produção de móveis sob medida. Levantamento do instituto mostra que 66% dos alunos formados estão trabalhando no setor.  

É isto o que espera o aluno Hilton Santos de Amorim, 47 anos. Com formação técnica em Química, ele ouviu boas notícias sobre empregabilidade no segmento e quer fazer uma transição de carreira. Em dois meses, diz estar surpreso com a própria evolução no curso. “Eu era leigo. Hoje, sei fazer bancos e mesas. E parte dos produtos que fazemos é doado a nós, para geração de renda. Isso possibilita que eu pague as conduções para vir aqui”, diz ele, que mora na Freguesia do Ó e faz curso na Vila Anastácio.  

Já Allan Sabino conheceu o curso há três anos, quando era formado na área de projetos de móveis. As aulas trouxeram aperfeiçoamento e hoje, além de ter a própria marcenaria, é instrutor no instituto. “As aulas são teóricas e práticas, o que ajuda os alunos a terem uma visão ampla de todo o processo e faz com que saiam mais preparados para o mercado.” 

 


Publicidade

Publicidade

Publicidade