Ministério oficializa a Escola do Trabalhador

Kazuhiro Kurita

, Cursos & Educação

A medida facilitará a ampliação de ações de qualificação profissional.

O Ministério do Trabalho (MTb) divulgou no Diário Oficial da União (DOU) do dia 29 de outubro portaria que oficializa a Escola do Trabalhador. Esta medida facilitará a ampliação das ações de qualificação profissional para além da plataforma digital. A portaria estabelece que a gestão da escola deve ocorrer de forma planejada com órgãos públicos e privados que fazem a qualificação e requalificação profissional. Essa articulação possibilitará o desenvolvimento de ações presenciais.

Segundo o diretor de Políticas de Empregabilidade do MTb, Higino Brito Vieira, a Escola do Trabalhador é uma política pública testada, aprovada e reconhecida. “Com a portaria, o ministério consolida uma ação de baixo custo e desenvolvimento de qualificação, intermediação e benefícios. Trata-se de um incentivo na empregabilidade por meio de ofertas de qualificação que se comunicam com o mercado de trabalho e traz autonomia para o trabalhador”, garante.

Higino Brito Vieira MTb

Diretor de Políticas de Empregabilidade do MTb, Higino Brito Vieira (Foto: Divulgação/MTb)

Outra novidade em relação ao projeto, segundo Vieira, é que serão reservados espaços dentro das superintendências regionais do trabalho e das agências do Sine (Sistema Nacional de Emprego) em todo o País. “Assim, os trabalhadores poderão ter acesso aos cursos online da Escola do Trabalhador por meio de computadores oferecidos nesses locais”, afirma.

Atualmente, existem 25 cursos online gratuitos que podem ser acessados no endereço http://escola.trabalho.gov.br/.


Publicidade

Publicidade

Publicidade