Aumenta o índice de desempregados no ABC

3 de outubro de 2018

Escrito por: Redação O Amarelinho

Já no município de São Paulo, a situação é estável, de acordo com indicador da Fundação Seade e Dieese

A Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), realizada pela Fundação Seade e Dieese, indica que a Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) manteve a taxa de desemprego estável em 17% em julho. A exceção foi o Grande ABC, que registrou um crescimento de 1,2%. No município de São Paulo, houve queda de 16,3% para 16,2% e na sub-região leste, formada por Guarulhos, Mogi das Cruzes e outros, a diminuição foi de 0,7%.

O número de desocupados continua alto, com 1.869.000 pessoas, 14 mil a menos em relação ao mês de junho. No entanto, este índice foi motivado pela redução da População Economicamente Ativa (PEA), com a saída de 85 mil trabalhadores do mercado e trabalho da região, contrapondo-se ao fechamento de 71 mil postos.

O nível de ocupação na Região Metropolitana de São Paulo diminuiu e o contingente de ocupados foi estimado em 9.125.000 pessoas. Levando em conta os setores, este resultado decorre de redução na área de Serviços e na Construção Civil e da pequena elevação no Comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas. Por outro lado, a Indústria de Transformação apresentou variação mínima de 0,1%.

A PED aponta, ainda, que no setor privado, o número de assalariados com carteira assinada diminuiu 0,2%, em contraponto ao aumento de autônomos (1,5%) e redução de 4,8% de empregados domésticos. No período de junho de 2017 a junho de 2018, o rendimento médio dos ocupados caiu 1,4%, a mesma porcentagem dos assalariados.

Compartilhe esta notícia nas redes sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Publicidade ba

Mais conteúdos sobre

Outros conteúdos que você pode gostar

NO AMARELINHO VOCÊ CONSEGUE CONTATO DIRETO COM O EMPREGADOR.

Últimas Notícias