Você sabe o que é síndrome do impostor?

Gestão Portal o Amarelinho

, Carreira

Você com certeza já ouviu falar no termo “síndrome do impostor”. Essa é uma condição ganhou destaque nos últimos anos, principalmente quando o assunto é mercado de trabalho e a constante pressão para ser uma pessoa bem-sucedida. Dito de forma simples, é um fenômeno psicológico na qual a pessoa nunca se sente bem preparada e capaz de fazer algo devido ao medo constante de ser descoberta como uma fraude.  

 

Pense nas seguintes situações: Ao iniciar um novo trabalho, você se perguntou se era bom o suficiente? Ficou paralisado diante de uma nova tarefa? Já duvidou de si mesmo e sente que não merece sucesso profissional? A maioria das pessoas provavelmente responderá que sim. Afinal, todo mundo tem os seus momentos de insegurança. No entanto, a pessoa que sofre com a síndrome do impostor, tem a constante sensação de não ter as capacidades ou habilidades necessárias, somada ao medo de, a qualquer momento, a sua incompetência será descoberta. 

 

Como a síndrome do impostor pode afetar uma entrevista de emprego?

 

As entrevistas de emprego podem fazer com que até a mais confiante das pessoas se sinta vulnerável. Não importa o quão bem você tenha se preparado, não há como saber com certeza quais perguntas serão abordadas e a melhor maneira de respondê-las. Por isso, a tendência para a síndrome do impostor parece ser mais forte ao procurar emprego. É uma situação carregada de ansiedade e estresse. Quem sofre com a síndrome do impostor geralmente tem o desejo de evitar situações em que se sintam vulneráveis. Na cabeça delas, uma entrevista de emprego é uma dessas situações, onde a fraqueza será exposta ao ser comparado com outros candidatos. 

 

O que fazer?

Para evitar ou superar a síndrome do impostor, é necessário, antes de tudo, não cair na armadilha de se comparar com os outros. Seja gentil com você mesmo, trabalhe em sua confiança e autoestima e nunca pare de tentar melhorar os seus conhecimentos. 

 

Identificou algumas características ou conhece alguém que está passando por essa fase? Caso as nossas dicas não sejam suficientes, procure ajuda profissional. E quando finalmente se sentir preparado, não se esqueça de voltar aqui e conferir as vagas disponíveis. 

 

Até a próxima!


Publicidade

Publicidade

Publicidade